As melhores carteiras de Bitcoin para 2020

I BitConf | Primeira Bitcoin Conferência em Florianopolis

No dia 8 de março, sábado, Florianópolis sediará a primeira BitConf – Bitcoin Conference – organizada pela comunidade Bitcoin Brasil no Facebook, sites Koins.me e** Nerdices.com.br** e com o apoio de outros sites e fan pages, como Brasil Bitcoin e Bitcoin News.
Na edição deste ano da Campus Party, maior evento de tecnologia do Brasil e que acontece anualmente em São Paulo, foram realizados dois debates sobre Bitcoin, com a presença dos CEOs do Mercado Bitcoin e Bitcoin To You, Rodrigo Batista e Andre Horta, do empreendedor e CEO da Boo-Box, Marco Gomes e da analista de mercado Maila Manzur, mediados pelo administrador da comunidade Bitcoin Brasil, Wladimir Crippa.
Estes debates deixaram claro que há muitas pessoas e empresas interessadas em saber mais sobre o Bitcoin e como usar a moeda no dia-a-dia. Por isso, surgiu esta iniciativa de realizar a I BitConf. A conferência contará com a presença de especialistas em moedas digitais, economistas, entusiastas, empreendedores, proprietários de exchanges.
O Bitcoin é uma moeda digital, não é vinculada a nenhum banco, empresa ou governo. A própria rede de usuários mantém o sistema funcionando e gera novas moedas, em um processo chamado de "mineração".
O evento é voltado para todos os públicos, desde o iniciante que não tem ideia do que é o Bitcoin até usuários experientes e que acompanham a moeda desde seu surgimento, há 5 anos.
Quem participar da BitConf poderá também ver em funcionamento um caixa eletrônica que opera com Bitcoin (foto anexa). Nele, o usuário insere notas de reais e ele, instantaneamente, calcula o valor do Bitcoin e deposita na carteira virtual do cliente. A BitConf ocorrerá no hotel Castelmar, situado em privilegiada região da capital catarinense, com uma maravilhosa vista para o oceano e a ponte Hercílio Luz. As inscrições podem ser feitas no site www.koins.me/bitconf
No valor da inscrição – R$ 180,00 ou 0,1 Bitcoin – já está incluso coffe break, almoço e jantar.
Programação da I BitConf – Bitcoin Conference Brasil
A BitConf contará com a presença de palestrantes de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Confira:
9h – abertura
9:30h – mesa: o que é o Bitcoin?
Debatedores
12h – intervalo para o almoço
14h – mesa: situação atual do Bitcoin no Brasil e no mundo
debatedores
16h – coffe break
16:30 – mesa: aspectos legais e fiscais do Bitcoin
debatedores
19h – jantar
20h – mesa: oportunidade de negócios com Bitcoin
debatedores
22:30h – encerramento
Debatedores
Andre Horta (Belo Horizonte): CEO da startup BitcoinToYou, criou em julho/2013 a plataforma para compra e venda de Bitcoins no Brasil (www.bitcointoyou.com), atualmente com mais 3000 clientes cadastrados, negociando acima de 1 milhão de reais ao mês em Bitcoin. Gerenciou projetos para multinacionais como: Fiat, Ford, Usiminas, Gerdau, Vale, Banco Bonsucesso e IbiCred dentre outra. Apaixonado por tecnologia!
Fernando Ulrich (Porto Alegre): É mestre em Economia da Escola Austríaca, com experiência mundial na indústria de elevadores e nos mercados financeiro e imobiliário brasileiros. É conselheiro do Instituto Mises Brasil, estudioso de teoria monetária, entusiasta de moedas digitais, e mantém um blog no portal InfoMoney chamado “Moeda na era digital”.
Paulo Geyer (Florianópolis): Programador autônomo, ativista de software livre e cypherpunk. Participa de projetos como o Catarse, Mailpile, Bitcoin e cjdns. Membro do Tarrafa Hacker Clube, e fundador do Wifinópolis (Rede Mesh municipal em Florianópolis). É também membro vitalício da Bitcoin Foundation.
Leandro Markus (Rio de Janeiro): Consultor tributário e empreendedor contábil com experiência nos seguintes players: Walmart, Lojas Americanas, Neoenergia, Petrobras, Águas do Brasil entre outras. Apaixonado por startups e tecnologia.
Gabriel Rhama (São Paulo):Gabriel Rhama é Motion Designer, graduado pela Escola Panamericana de Arte e Design, Professor de Direção de Arte na Studio Motion e colorista na Capsule Color. Um dos responsáveis pela criação da p2poolbrasil.org, a primeira p2pool brasileira com suporte a mais de 6 altcoins. Passa seu tempo pesquisando sobre criptomoedas e tudo o que envolve o universo Bitcoin! E fazendo o que mais gosta que é a sua paixão pelo design!
Rodrigo Batista (São Paulo): CEO do MercadoBitcoin.com.br, a maior empresa de Bitcoins da América Latina. É formado em computação pelo IFSP, Administração de Empresas pela USP e é pós graduando em Engenharia Financeira pela USP. Antes de empreender trabalhou em instituições financeiras como Morgan Stanley, Itaú BBA e Socopa corretora.
Jaison Carvalho (Joinville): Nerd Invicto (jamais foi para o Lado Negro da força), Bacharel em sistemas de informação e trabalha com tecnologia a 15 anos. Fundou uma empresa onde desenvolveu uma solução de software especialista para indústrias, vendeu a mesma e ficou rico. Agora é um entusiasta das criptomoedas e organizou o primeiro encontro de Bitcoins em Joinville. Nas horas vagas é um marido perfeito, pai babão e presta consultoria em ERP.
Marco Gomes (São Paulo): fundador da Boo-Box; co-fundador do MOVA+;Consiglieri do Grupo Jovem Nerd; ganhador ano passado do World Technology Awards como melhor profissional de marketing do mundo.
Tony Fontoura (EUA): Ph.D. Programador, empresário, visionário. Mora nos Estados Unidos desde 1998. Fundou o maior portal brasileiro no exterior, TioSam.com em 1999. Em 2006 fundou a TV Brasil Internacional, a primeira emissora brasileira no exterior. Criador e idealizador do HashDollar, a primeira cryptomoeda com cotação estável.
Bernardo Quintão: fundador da Grow | Investimentos, boutique financeira independente com 7 anos de mercado em Curitiba. É entusiasta das criptomoedas e fundador do BitWifi, uma startup que utiliza o protocolo Bitcoin em seu modelo de negócio. Além de ser investidor e mentor de startups, um dos fundadores da Rede C2i de Investidores-Anjo do Paraná e fundador do Bitcoin Meetup Curitiba.
Wladimir Crippa - organização - [email protected] - 48 8826 2192
submitted by allex2501 to BrasilBitcoin [link] [comments]

**A moeda vitual Bitcoin quebra a marca dos mil dólares**

O valor de um único bitcoin ultrapassou US$ 1.000 (£ 613), pela primeira vez, de acordo com MtGox, um dos principais mercados da moeda virtual.
Valor do Bitcoin tem aumentado rapidamente desde uma audiência do comitê do Senado dos EUA, no início deste mês.
A confiança cresceu após a comissão ter descrito as moedas virtuais como um "serviço financeiro legítimo".
O Bitcoin se tornou popular em parte devido ao fato de ser difícil de rastrear transações.
A moeda está muitas vezes ligada à atividade ilegal online.
Os clientes que utilizam a Rota da Seda - um site de venda de drogas ilegais que foi fechado no mês passado – teriam pago por bens usando Bitcoin.
Muitos tiveram medo de que a repressão faria com que o valor despencasse, mas a crescente confiança de que as autoridades reguladoras não buscariam proibir a moeda iminentemente permitiu ver seu preço subir.
Os entusiastas dizem que é uma forma altamente eficiente de lidar com transferências monetárias globais.
"Tem sido incrível assistir o Bitcoin ir de zero a U$ 1.000 em apenas cinco anos", disse Mike Hearn, um desenvolvedor Bitcoin.
"É fácil esquecer que o verdadeiro valor do Bitcoin não está em uma taxa de câmbio arbitrária, mas em sua capacidade de permitir novas aplicações e serviços que não são possíveis com redes de pagamento de hoje."
Audiência no Senado
A audiência do Senado dos EUA no início deste mês foi motivada pelo fim da Rota da Seda.
Representantes do Departamento de Justiça e da Comissão Bancária de Títulos e Câmbios foram convidados a apresentar as suas opiniões sobre as moedas virtuais para o comitê, e vem sido recebidas cartas de reconhecimento do FBI e do Banco Central dos EUA.
"Moedas virtuais, talvez mais notavelmente o Bitcoin, tem capturado a imaginação de alguns, colocado medo em outros, e confundiu o resto de nós pra danar", disse o presidente do comitê, senador Thomas Carper, no discurso de abertura.
O FBI, em uma carta ao comitê, disse reconhecer que as moedas virtuais têm oferecido "serviços financeiros legítimos", mas que poderiam ser "exploradas por usuários mal-intencionados".
Mythili Raman, o chefe da Divisão Criminal do Departamento de Justiça, disse à comissão: "Temos visto aumento do uso de tais moedas por traficantes de drogas, traficantes de pornografia infantil, e autores de esquemas de fraude em grande escala".
Mas o Bitcoin, lentamente, começa a ser usado para outros fins mais legítimos.
Em outubro foi aberto o primeiro caixa eletrônico Bitcoin em Vancouver, Canadá - a máquina permite aos usuários trocar bitcoins por dinheiro e vice-versa.
Embora um bitcoin inteiro possa valer mil dólares, é possível pagar por bens usando frações de bitcoins.
Por exemplo, o site pizzaforcoins.com oferece duas pizzas por 0,02160 bitcoins.
Flutuações Selvagens
O valor do Bitcoin tem flutuado ao longo do último ano. Em janeiro, ele foi negociado a cerca de U$ 20.
Em abril, uma venda em massa provocou a queda do valor de um bitcoin de 260 dólares para 130 dólares em apenas algumas horas. O mercado MtGox disse que havia feito um grande esforço para lidar com um entrada repentina e "bastante surpreendente" de novos usuários.
A moeda virtual também foi rapidamente adotado na China, onde um mercado - o BTC China - é dito ser o mais ativo no mundo.
Uso de Bitcoin na China tem sido atribuído ao fato de ser uma forma eficaz de conseguir dinheiro de forma confiável fora do país.
Vários mercados de Bitcoin foram criados em todo o mundo, com o MtGox sendo o mais proeminente.
Normalmente, cada mercado vai mostrar um valor diferente - isto é devido à dificuldade em trocar bitcoins por moeda real, um processo que pode exigir a transferência de fundos através de vários bancos em diferentes países. Cada banco provavelmente iria cobrar uma taxa para essas transações.
A volatilidade do Bitcoin tem feito com que alguns não se refiram a ele como uma "moeda" de verdade, mas, em vez disso o vêem como um estoque ou mercadoria.
Como o Bitcoin Funciona
Bitcoin é muitas vezes referido como um novo tipo de moeda.
Mas pode ser melhor pensar em suas unidades como sendo fichas virtuais em vez de moedas ou notas físicas. No entanto, como toda moeda, seu valor é determinado pela quantidade de pessoas que estão dispostas a trocá-la.
Para processar transações de Bitcoin, um procedimento chamado de "mineração" deve ocorrer, o que envolve um computador resolvendo um problema matemático difícil com uma solução de 64 dígitos.
Para cada problema resolvido, um bloco de bitcoins é processado. Além disso, o minerador é recompensado com novos bitcoins .
Isto fornece um incentivo para as pessoas fornecerem poder de processamento de seus computadores para resolver os problemas.
Para compensar o crescente poder de processamento dos computadores, a dificuldade dos quebra-cabeças é ajustada para garantir um fluxo constante de cerca de 3.600 novos bitcoins por dia.
Existem atualmente cerca de 11 milhões de bitcoins.
Para receber um bitcoin um usuário deve ter um endereço Bitcoin - uma série de 27-34 letras e números - que atua como uma espécie de caixa de correio virtual para o qual os bitcoins são enviados.
Como não há registro desses endereços, as pessoas podem usá-los para proteger seu anonimato ao fazer uma transação.
Esses endereços são por sua vez armazenados em carteiras Bitcoin que são usados para gerenciar as reservas de bitcoins.
Eles funcionam como contas bancárias de gestão privada - com a ressalva de que, se os dados são perdidos, os bitcoins também o são.
Análise de Rory Cellan-Jones, correspondente de tecnologia
Tem sido um ano extraordinário para a moeda, o que atrai discípulos e odiadores em quantidades semelhantes.
Em janeiro, quando apenas uma banda dedicada de libertários e uber -geeks sabia mais sobre ele, um bitcoin valia menos de US $ 20 - mas quando as pessoas começaram a escrever sobre suas vantagens , o valor aumentou.
Então, em outubro, quando o FBI fechou a Rota da Seda - o mercado de drogas on-line onde Bitcoin foi o principal meio de troca -, e ele caiu em mais de 20% em poucas horas.
Mas na semana passada foi dado o selo de respeitabilidade quando uma audiência do Senado dos EUA ouviu depoimentos brilhantes sobre o seu potencial, com funcionários da administração do presidente Barack Obama, comparando os seus méritos com os da internet.
Existe agora um crescente conhecimento e interesse no Bitcoin entre os funcionários responsáveis pela aplicação da lei, entidades reguladoras e economistas. E, embora ainda haja muito ceticismo sobre a sua segurança, a ideia de uma moeda virtual para a internet criou raízes.
Mas os investidores devem ficar atentos - qualquer um que entrar na onda pode ter garantido um crescimento instável.
Original em: http://www.bbc.co.uk/news/technology-25120731
Traduzido por Sarah Alexandre
submitted by sa_rah to BrasilBitcoin [link] [comments]

Os 9 tipos de carteiras de Bitcoin - veja qual a MELHOR ... MELHOR CARTEIRA BITCOIN – TOP 1 CARTEIRA DE CRIPTOMOEDAS ... Qual a Melhor Carteira Bitcoin ? Bitcoin na melhor faixa de negociação, Binance Cloud, Halving Precificado e mais! BItcoin News Trezor vs Ledger - Análise e Comparativo  As carteiras mais seguras de Bitcoin e Criptomoedas!

Manter uma carteira de hardware voltada para o Bitcoin é muito importante para quem investe nessa modalidade. Dessa forma, o ideal é conhecer as novas tecnologias e saber como utiliza-las corretamente.. Assim, é possível manter a praticidade a também a segurança dos seus investimentos, através dos aparelhos disponíveis.Então vamos conhecer os quatro principais hardwares que permitem ... Bitcoin Carteira. O melhor carteira de criptomoedas para facilmente transacionar, monitorar, trocar e muito mais. Download Carteira. EXPLORA MAIS. Enviar, receber ou pedir Bitcoin. Gerencie facilmente várias criptomoedas em um ambiente seguro. Acesse convenientemente o seu Bitcoin de casa ou em qualquer lugar. Basta clicar para compartilhar seu endereço, solicitar um valor via código QR ou ... Nesse post eu vou te ensinar como escolher uma carteira de Bitcoin e quais são as melhores opções para você guardar sua critpomoeda. Quando eu comprei minhas primeiras frações de bitcoin, me disseram que não era bom deixar em uma Exchange.. Depois eu assisti uma palestra, onde o Marcos Henrique, um dos sócios da Foxbit, disse que lugar de Bitcoin é na carteira. Vamos dar uma olhada nas três sugestões de escolha de carteira de Bitcoin online do site bitcoin.org e também analisar a carteira blockchain.info. Certamente, para quem está estudando sobre as carteiras de Bitcoin que existem, essa é uma das opções mais famosas.. Coin.Space. A carteira Coin.Space possui uma interface bem simples, você tem a opção de criar uma nova carteira ou ... investimento bitcoin esta pagando

[index] [2824] [22586] [22744] [18898] [10088] [35291] [32023] [3697] [24976] [16438]

Os 9 tipos de carteiras de Bitcoin - veja qual a MELHOR ...

🛑 Os 9 tipos de carteiras de Bitcoin - veja qual a MELHOR carteira para Criptomoedas de TODAS! - Duration: 21:13. Crypto Tchaps 109,341 views. 21:13. TREZOR T VS LEDGER NANO S HARDWALLETS? QUAL ... Os 9 tipos de carteiras de Bitcoin - veja qual a MELHOR carteira para Criptomoedas de TODAS! 🚨 APOIO: • Curso Crypto Trader - Do iniciante... Conheça as melhores carteiras do bitcoin e altcoins para 2020, vou te mostrar porque eu escolhi essas 8 carteiras, entre elas, carteira de criptomoedas para ... Bitcoin na melhor faixa de negociação, Binance Cloud, Halving Precificado e mais! BItcoin News 2020, o resumo semanal das principais notícias no mundo das criptomoedas! MELHOR CARTEIRA BITCOIN – TOP 1 CARTEIRA DE CRIPTOMOEDAS Aprenda a gerar lucros recorrentes sem riscos com bitcoins e criptomoedas: 📗 TREINAMENTO: https://tu...

#